Em Serra dos Aimorés


Em Serra dos Aimorés

No último dia 20 de agosto pude retornar a Serra dos Aimorés. Estava indo para Teixeira de Freitas, a serviço, e parei na pequena Serra para partilha com os irmãos do núcleo do grupo de oração.
Não sei se vocês conhecem Serra. Lembra a reflexão de Dom Aloísio, que fala que várias de nossas cidades lembra a pequena Nazaré do tempo de Jesus. E foi sobre isso que o Espírito Santo nos levou e acolher.
Às vezes nós achamos que nosso grupo é pequeno, não tem pregadores como os que vemos na TV ( ou em outros grupos, ou cidades), que precisa ser ‘mais forte’. Mas o que é um grupo forte? Claro, grupo de oração precisa ter louvor, pregação e carismas. Mas o fruto de um grupo forte é, principalmente, a perseverança na fragilidade.
Se não valorizarmos este fruto, perderemos de vista o mais precioso que Deus tem nos dado, que é nossa vida n’Ele.
E assim, firmar nas escolhas de Deus e não nos escondermos atrás de nossa fragilidade, pois é nessa que Deus se manifesta. Sem ela, para que Deus enviaria o Espírito?
A pequena ‘Serra de Nazaré’ é local de encontro com o Senhor, pois Jesus está ali, por meio do grupo de oração que tem a alegria de ostentar o nome de Sua Mãe.
Que nos alegremos em nossa simplicidade. Ela é sinal da predileção e da escolha de Deus.
Luís Alberto Bassoli

Anúncios
Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s