VIRTUDE DA TEMPERANÇA: A VIDA COM TEMPERO


Padre Joãozinho, scj on outubro 9th, 2010

8tweetsretweet

Na tradição teológica cristã existem sete virtudes fundamentais. Fé, esperança e caridade são consideradas as três virtudes teologais, pois nos capacitam para o amor a Deus. Prudência, justiça, vigor e temperança são consideradas as quatro virtudes cardeais, pois nos orientam para o amor aos irmãos. Cardeal vem da palavra latina cardo, que significa um eixo em torno do qual as coisas giram uma dobradiça, por exemplo. Daí vem os pontos cardeais, que definem o eixo em torno do qual a terra gira: norte, sul, leste, oeste. Ao falar de virtudes cardeais aludimos a um eixo humano em torno do qual gira toda a nossa vida.

A virtude cardeal da temperança é a capacidade de nos manter no saudável equilíbrio vital. Tudo nesta vida nos puxa para um lado ou para o outro, para cima ou para baixo. A pessoa que se exercita na temperança sabe como se manter na corda bamba. Não significa indecisão, ou ficar em cima do muro. Pelo contrário, para discernir e decidir é preciso a serenidade dos que sabem quanto sal devem colocar na comida. É exatamente isso. Temperança é o tempero da vida. As cozinheiras e cozinheiros de plantão saberão exatamente do que estou falando. Faça a comida mais gostosa do mundo, com os melhores ingredientes e a receita perfeita se exagerar no sal as pessoas não irão conseguir comer. Faça o melhor sermão se exagerar. O ditado popular fala a mesma coisa quando diz: tudo o que é demais é veneno.

Hoje em dia vivemos em um mundo onde reina o desequilíbrio e a falta de temperança. A todo momentos somos provocados ao exagero, ao excesso. A felicidade passa pela capacidade de saber dosar todas as coisas. Conheço pessoas moderadas e são espelho de sabedoria. Precisamos moderar desde aquilo que comemos até aquilo que falamos. Dizem que esta virtude vem com a idade. Pode ser. Mas como toda virtude é 10% de inspiração e 90% de transpiração. Adquire-se um hábito virtuoso pela repetição perseverante de um mesmo ato. Vícios a gente adquire do mesmo modo. Deixe a língua solta que logo estará viciado em falar mal das pessoas. Modere suas palavras e com o tempo estará habituado a dizer a palavra certa, no momento certo, para a pessoa certa, do jeito certo!

Anúncios
Esse post foi publicado em Geral. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s